CONHEÇA O CEOBP

 

MEMÓRIAS DO CENTRO ESPÍRITA O BOM PASTOR

UM RELATO DE AMOR 

por

03  MARIA CAROLINA FRANÇA DE OLIVEIRA – 80 anos

    ANA KATARINA FRANÇA DE OLIVEIRA – 43 anos

ADRIANA FRANÇA DE OLIVEIRA – 49 anos

 

“Nossa história se inicia ainda na década de 80, quando as amigas Maria Carolina e Maria Leonor (in memoriam) faziam estudos (Curso de Orientação e Estudo Mediúnico) no Centro Espírita Anjo da Guarda em Itajaí, ambas moradoras do município de Navegantes dependiam dos horários do ferry boat para dar continuidade ao intento educacional doutrinário. Desse esforço nasceu o forte desejo de fundar uma casa espírita no município de Navegantes em razão da dificuldade de locomoção até a cidade vizinha.

E como sempre a espiritualidade amiga trabalha, não demorou a união de ideais com ilustre morador do município, em conversa com o Sr. Chico Davi (in memoriam), logo descobriram o desejo da fundação de um centro espírita em Navegantes era antigo sonho do Sr Chico e Sr Midão (in memoriam)  (pai de Manoel Maurício Rocha) (in memoriam). Da energia amorosa desse grupo, certamente contando com esforços nos dois planos, resolveram então convidar D. Valquíria Leite, frequentadora e trabalhadora do CE Anjo da Guarda, para ser a primeira presidente da Casa, que estava por nascer.

Em meados de 1985 conversaram com o então candidato a prefeito Domingo Regis,  que colou-se à  disposição para doar um terreno para a construção da Casa, caso fosse eleito. Maria Leonor e Maria Carolina, com o desejo intenso de construir este sonho, realizaram o registro em cartório, e foram em busca de um imóvel para alugar. Esta tarefa, que em princípio parecia simples, encontrou grande resistência da população, pois ninguém queria alugar uma casa com medo de espíritos!! O desconhecido causa pavor. Havia inclusive campanhas contrárias de outras religiões, que pregavam o afastamento da população.

Mas novamente, a espiritualidade amiga fez-se presente e em um dia, passando pelo Beco de Dona Jucelina (próximo ao campo de futebol UNIÃO), Adriana (filha de Maria Carolina) avistou uma casa para alugar, em pouco tempo Maria Leonor e Maria Carolina conversaram com a dona Jucelina, que prontamente aceitou fechar contrato.

ceobp O grupo inicial pagou um mês adiantado do aluguel, pintou, fez a reforma, retirando as paredes, que dividiam os quartos para fazer uma sala só, e resolveu que no dia 01 de outubro, um mês consagrado a Allan Kardec, seria feita a inauguração da casa com uma palestra inaugural; era uma sexta feira.

A palestra inaugural foi proferida pelo renomado curitibano, médico psiquiatra espírita Dr. Célio Trujillo Costa. Certamente o plano espiritual entrou em grande festa neste dia. O relato do orador convidado foi comparando o CE.O Bom Pastor e a Casa do Caminho do tempo de Jesus, pois este emérito trabalhador do movimento espírita sentiu uma vibração muito gostosa e salutar da nova casa que nascia. O Centro Espírita O Bom Pastor foi um sucesso total, o espaço foi muito concorrido e o pessoal de Navegantes, aos poucos foi se chegando ao Centro.

Em pouco tempo a casa encheu-se. Os frequentadores ainda desconhecedores dos princípios doutrinários ajoelhavam-se para rezar e frequentemente faziam o sinal da cruz. Aos poucos a certeza da lucidez de Kardec foi ganhando espaço na prática cotidiana. E o povo de Navegantes foi ganhando um pronto socorro espiritual para educar mentes, consolar corações e orientar mãos capazes de ajudar ao próximo.

Em 1989 conseguimos inaugurar a sede própria. Dona Maria Carolina propôs construir uma pequena casa atrás, onde pudesse morar atrás por 5 anos. Nem foi preciso tanto. Em menos de 3 anos, o C.E. O Bom Pastor tinha a sede de material e uma pequena casa mista nos fundos para abrigar mais atividades da casa. A sede foi inaugurada na rua Itamar José da Luz, num loteamento, que antes abrigava os servidores do DNER, próximo ao posto de saúde Central. A casa era maior que a alugada anteriormente e foi projetada para abrigar novo andar se assim fosse preciso.

As amigas, já contando com grande grupo de voluntários, realizaram muitos eventos para angariar fundos para que o Centro Espírita o Bom Pastor, pudesse se erguer e se tornar o sonho realizado em sua plenitude. O grupo voluntário fazia mais atividades assistenciais no novo espaço,  pois a nova sede permitia o trabalho de costura com retalhos que Dona Ilza – mãe de Maria Leonor (in memoriam) carinhosamente fazia. Dona Preta e a Teca também contribuíram muito neste novo momento.

Os primeiros evangelizadores foram Ana Katarina, Adriana, Silvio Mello e Ivany. Iniciou-se um grupo de teatro, que funcionava aos domingos. Eram iniciantes, não havia tecnologia. As apostilas da FEB vinham via correio. Irmã Denise era a responsável no plano espiritual pela evangelização. Suas mensagens traziam muito conforto, principalmente em momentos em que não aparecia nenhum encarnado. Num dia de muito frio e chuva sua mensagem foi assim: “Olá meus fiéis escudeiros seareiros da boa nova, ontem a casa estava tão cheia, que não sabíamos onde colocar tantos jovens e as dinâmicas, nossa! Adoramos a história do Richard Simonetti”.

A educação da infância se dava por meio  do trabalho social e teatro no bairro Pontal.  Foram cadastradas 33 famílias, que eram atendidas em parceria com a prefeitura, que cedia o espaço da associação de moradores para as atividades. No Natal e dia das crianças eram distribuídos alimentos, roupas e brinquedos e O Bom Pastor se transformava num reservatório de luz e amor. O convite  para que os assistidos da matéria, fossem também assistidos do espírito e assim passassem a frequentar a casa, partia das festas de natal  como ilustra a (foto abaixo)  em que está Chico Davi.

            Gratidão a Deus, Jesus, Kardec e aos Amigos da Espiritualidade que nos guiaram nessa jornada”.

Família França

 

SÓCIOS FUNDADORES
1ª DIRETORIA:

Presidente: – Valquíria Sarmento Leite

Vice-Presidente: – Francisco David Delfino

Secretários: – Mª Carolina França de Oliveira (sugeriu o nome Centro Espírita O Bom Pastor) ,   Jorge  Luiz da Costa

CONSELHO FISCAL
Kátia Barroso Augusto, Mª Leonor Nazário Reiser, José de Freitas Filho, Cesar Augusto Cruz, Jodel Pons da Rosa, Alcione da Costa,Adriana Lúcia França de Oliveira, Dilma Treder Reinert, Tarso Moritz Junior, Ivana Leite Moritz, Manoel Maurício Rocha, Antonio Cesar Ribeiro, Sandra M. Ramos, Lilian Mª Bini, Jaura Veiga Cugnier, Yeda Nazário Alves da Silva, Alcione Barcelos Nardes, Marimo Leopoldo Rocha, Jusse Mara R. Ribeiro

Imagem1

Convidados para a inauguração: 13/out/1985

Juarez Weiss – Diretor Departamento Administrativo da FEC

Lea Weiss – Diretora do Departamento da  Infância e Juventude da FEC

Hilton Gonçalves Santos – Regional Espírita Catarinense  4  (Blumenau)

 

 

 

CEOBP NOVO
Sede atual do CEOBP

13 URElogo-feb-1024x769
CEOBP:  Rua Itamar José da Luz, 364 – centro de Navegantes SC
Contato:  (47) 33193977 ou centroespiritaobompastor@hotmail.com